quinta-feira, 19 de Setembro de 2019  22:44
PESQUISAR 
LÍNGUA  

Regresso às Aulas

Inovasis Prescrição eletrónica (PEM), Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica (MCDT), Gestão de Clínicas Inovasis

Inovanet


RECEITA SUGESTÃO

Raia com Molho Pitau

Raia com Molho Pitau

Limpe bem a raia, retire-lhe a cabeça e o rabo e limpe bem por dentro. Lave-a novamente com água e vinagre e leve-a a ...
» ver mais receitas


NOTÍCIAS

imprimir resumo
12-06-2019

"No primeiro ano a estabilidade é importante. Vamos ter problemas na passagem do futebol amador para o profissional" - Ricardo Sousa.



Ricardo Sousa quer "sustentabilidade" no projeto do Beira-Mar e anuncia que o primeiro ano de Campeonato de Portugal é para fazer a transição do futebol amador para o futebol profissional sem ambições desmedidas (com áudio).

O novo treinador regressa ao clube que o consagrou como profissional de futebol e do qual faz parte da história pela autoria do golo que valeu uma Taça de Portugal.

Na hora do regresso assumiu que não podia dizer não e prometeu uma equipa competitiva para enfrentar aquela que considera a melhor série de sempre do Campeonato de Portugal.

Grandes equipas, orçamento elevados e atletas experientes para uma competição que o Beira-Mar vai conhecer (com áudio)

Depois de Anadia, Lusitano de Vila Real de Santo António e Felgueiras, Ricardo Sousa assume o projeto aveirense no regresso a uma casa especial.

O técnico aponta Arouca, Lourosa, Espinho, Trofense, Felgueiras e Sanjoanense como símbolos dessa competitividade na luta pela fase final.

Jogar futebol apelativo mas ao mesmo tempo competitivo são apostas do treinador que defende a necessária adaptação a um jogo de “intensidade”.

O primeiro ano no CP é encarado como ano de adaptação. “O primeiro ano é de estabilidade. Iremos passar do amadorismo para o profissionalismo para o segundo ano ser de aposta. Vamos a dar a cara quando os problemas aparecerem. Vão fazer crescer para depois lutar por tudo que queremos”.

Hugo Coelho, presidente do Beira-Mar, diz que o regresso de Ricardo Sousa não é um reconhecimento apenas pelo antigo jogador mas a opção por um treinador que conhece o escalão (com áudio)

O Beira-Mar já assumiu que vai trabalhar no antigo Mário Duarte no arranque da nova época enquanto aguarda a construção do complexo desportivo.

 


ACESSO

» Webmail
» Definir como página inicial

Publicidade

TEMPO EM AVEIRO


Inovanet
INOVAgest ®