sábado, 21 de Setembro de 2019  07:56
PESQUISAR 
LÍNGUA  

Outono

Inovasis Prescrição eletrónica (PEM), Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica (MCDT), Gestão de Clínicas Inovasis

Inovanet


RECEITA SUGESTÃO

Pizza de Espinafres

Pizza de Espinafres

Para a Massa:
Dissolva o fermento de padeiro num copo e meio de água tépida.

Peneire a farinha ...
» ver mais receitas


NOTÍCIAS

imprimir resumo
12-09-2019

"Há panfletários a assustar as pessoas com o 5G" - Ribau Esteves.



Depois dos transportes uma nova demonstração desta vez no campo da proteção civil.

A Altice Portugal reafirma liderança na instalação da tecnologia 5G e o teste de ontem em Aveiro foi momento para marcar diferentes numa operação de socorro em tempo real e com recurso a comunicações e serviços em 5G.

No simulacro estiveram envolvidos a Câmara Municipal de Aveiro, a Polícia de Segurança Pública, as duas corporações de Bombeiros Voluntários de Aveiro, o Centro Hospitalar do Baixo Vouga e o Centro de Saúde Militar de Coimbra.

O objetivo da demonstração foi mostrar como aumentar a eficácia em situações reais, neste caso do socorro, através da utilização de vários equipamentos que fornecem imagens do local do acidente, com recurso a um drone, bem como informação vital dos sinistrados em tempo real, graças à baixa latência, débito superior e novas funcionalidades de rede 5G.

Para Luís Alveirinho, Chief Technology Officer da Altice Portugal “esta demonstração é mais uma materialização das vantagens da rede 5G no futuro” numa área sensível como a do socorro.

Lembra que a tecnologia só faz sentido com aplicações práticas em nome dos cidadãos (com áudio)

Ação em colaboração com a Ericsson, que configurou uma rede 5G E2E, a Altice Labs criou um laboratório 5G, tendo colocado hoje em operação, em Aveiro, a primeira fase da rede experimental 5G da cidade.

Uma iniciativa que se enquadra nos objetivos do projeto Aveiro STEAM City, da Câmara Municipal de Aveiro, projeto que pretende dar corpo aos objetivos traçados pela Comissão Europeia para que exista pelo menos uma cidade com cobertura 5G em cada Estado-membro até 2020 e criar uma plataforma urbana de inovação tecnológica que suporte o desenvolvimento de competências e de novos negócios.

Ribau Esteves assistiu ao simulacro e no momento em que se levantam vozes a alertar para os efeitos negativos desta tecnologia, o autarca de Aveiro quis deixar uma palavra de tranquilidade aos cidadãos (com áudio)

A tecnologia 5G pretende suportar numa única infraestrutura diferentes serviços que tirem partido da menor latência, maior densidade de dispositivos ligados, maior largura de banda e elevada mobilidade (com áudio)

 


ACESSO

» Webmail
» Definir como página inicial

Publicidade

TEMPO EM AVEIRO


Inovanet
INOVAgest ®